O que é o 'bico de papagaio' e o como tratar?


Popularmente conhecida como bico de papagaio, a doença denominada osteofitose é uma das formas de manifestação da artrose, que atinge a coluna vertebral. Com o passar dos anos, as articulações do corpo sofrem um desgaste natural que propicia o aparecimento do problema.


O bico de papagaio é diagnosticado quando ocorre uma calcificação nas cartilagens que envolvem as vértebras e os ligamentos. Isso acontece porque o organismo tenta estabilizar o desgaste apresentado na estrutura. E esse processo provoca dor devido à própria rigidez na região afetada, pois as vertebras vão pressionando os nervos e os músculos


Não é apenas a idade que pode ser um fator desencadeante da doença. Segundo Mandel, o problema pode ser hereditário e provocado também por postura inadequada, obesidade, falta de atividade física, além de fraturas e doenças reumáticas.


É fundamental buscar alternativas eficazes para prevenir o problema, pois a doença não tem cura. A osteofitose é progressiva, mas possui controle e, geralmente, a maioria dos casos apresenta sinais leves. Para evitar o problema, é importante corrigir a postura, evitar o sobrepeso e, principalmente, a obesidade e praticar atividade física regulamente de baixo impacto, como exercícios na água.


Se nada disso foi feito e o problema é detectado, o médico deve encaminhar o paciente para sessões de fisioterapia para ajudar na correção postural. Essas duas medidas podem contribuir para estabilizar a coluna vertebral. Em casos mais avançados, cirurgias e próteses podem ser indicadas para compensar o desgaste já acentuado e a calcificação. Portanto, é importante atentar-se com a saúde da coluna vertebral. Posturas inadequadas e movimentos feitos de forma incorreta podem causar dores e, progressivamente, levar a problemas mais sérios, como a osteofitose.