CASO CLÍNICO | Estabilização Híbrida cervical

O caso que apresento aqui foi extremamente desafiador e complexo. A paciente, que é de meia-idade, possuía severa alteração do equilíbrio cervical, onde apresentava pescoço completamente caído para frente, acarretando queixas álgicas excruciantes, associado à quatro hérnias de disco (explosão do disco com extravasamento do conteúdo e compressão da medula), que ocasionavam, além de aumento das queixas álgicas em coluna cervical e irradiação para ambos os membros superiores, um quadro de parestesia (com alteração da sensibilidade das mãos) alteração de marcha e equilíbrio, configurando quadro extremamente delicado e complexo com o risco de perda funcional grave para o paciente, inclusive com risco de lesões neurológicas irreversíveis e com trágicas consequências.



Nesta situação foi decidido abordagem cervical extensa em quatro níveis, sendo realizado ressecção completa dos discos intervertebrais C3-C4, C4-C5, C5-C6 e C6- C7, com realização de artrodese (fusão óssea) dos segmentos C4-C5, C5-C6 e C6-C7 para estabilização da região cervical, associado à colocação de artroplastia (prótese móvel) nos segmentos C3-C4 com o objetivo de manutenção da maior mobilidade possível para região operada, permitindo assim rápida e total recuperação, tanto das queixas álgicas quanto dos sintomas neurológicos, mas mantendo a melhor mobilidade possível para esse tipo de procedimento e abordagem, estando a paciente "curada" de grave lesão conforme descrito anteriormente.

Repito mais uma vez que este caso foi extremamente complexo e desafiador, pois a abordagem em múltiplos níveis cervicais traz risco aumentado para esse tipo de procedimento. Ao fim da cirurgia, a equipe ficou extremamente grata por ter tido a oportunidade de operar essa paciente contribuindo assim para que ela tenha mais qualidade de vida a partir de agora.

Gostou deste caso? Compartilhe esse texto com aquela pessoa que precisa dessas informações.


Abraços,


Dr. André Evaristo Marcondes

Atendimento presencial e à distância

São Paulo, 26 de outubro de 2021