CASO CLÍNICO | Artroplastia Cervical de Terceira Geração

Venho hoje compartilhar um caso que já apresentei outras vezes, mas que sempre me traz um enorme prazer por ser uma das técnicas de minha preferência e da qual sou um dos grandes incentivadores e inovadores deste tipo de procedimento em nosso país.

Este caso é de uma paciente jovem que apresentava quadro de hérnia de disco extrusa (explosão do disco com compressão da medula) nos segmentos de C4-C5, C5-C6, o que desencadeava dor cervical crônica diária e angustiante, além de irradiação da dor para membros superiores, tanto direito quanto esquerdo. A dor também estava associada a episódios de parestesia (dormência) e perda de sensibilidade no membro superior direito, impactando de maneira extremamente negativa a qualidade de vida da paciente, além de causar transtornos de maior magnitude durante a execução de atividades básicas diárias.

A jovem apresentava quadro de tamanha gravidade que chegava a deixar cair objetos das mãos, tinha alteração de marcha e dificuldade de coordenação motora para movimentos finos, apresentando piora neurológica de rápida evolução e necessitando de abordagem cirúrgica de urgência, tendo em vista não ter respondido a medidas habituais para controle deste tipo de transtorno.





Nesse caso foi realizada uma discectomia total C4-C5, C5-C6, por vía anterior, onde os discos intervertebrais lesados são totalmente retirados e o espaço é preenchido por uma prótese de disco de terceira geração, que se constitui em um disco artificial, permitindo mobilidade normal do segmento e recuperação funcional total da jovem operada.

A paciente retornou após sete dias de pós-operatório, sem qualquer queixa álgica ou reclamação de dor e sem apresentar os sintomas neurológicos anteriormente apresentados, já nos trazendo a certeza de uma evolução extremamente satisfatória, tanto a curto como a longo prazo, o que deixou nossa equipe extremamente feliz e satisfeita com o resultado do procedimento.

Agradeço mais uma vez à minha equipe pelo apoio sempre de alto nível; a paciente pela confiança em meu trabalho; e a Deus, pelas oportunidades que tive para chegar até aqui, neste trabalho que amo e posso transformar as vidas das pessoas oferecendo a elas qualidade de vida e bem-estar.

Gostou deste caso? Compartilhe esse Caso Clínico com aquela pessoa que precisa dessas informações.


Abraços,


Dr. André Evaristo Marcondes

Atendimento presencial e à distância

São Paulo, 16 de novembro de 2021