top of page

Neuromodulação e dor crônica complexa




O caso em questão representa o implante de um eletrodo torácico em placa, associado ao implante de gerador de última geração em região glútea para neuromodulação devido à dor crônica complexa e intratável por desequilíbrio neuronal grave em síndrome pós-laminectomia. Me acompanha na leitura deste caso?


Entendendo o caso clínico

Apesar das palavras se demonstrarem extremamente complexas de serem entendidas, na verdade, este caso nada mais é do que o tratamento de um paciente com dor crônica e excruciante em região lombar e membros inferiores, mesmo após a realização de tratamento cirúrgico em coluna lombar devido à uma hérnia de disco com compressão de estruturas neurológicas.


Neste caso, o paciente era portador de hérnia de disco evoluindo para perda de movimentos e que necessitou passar por procedimento cirúrgico por outra equipe. Foi resolvido o quadro neurológico e recuperação da força motora nos membros inferiores, mas infelizmente não obteve alívio sintomático para o seu caso, o que é conhecido como síndrome pós-laminectomia ou falha do tratamento cirúrgico em procedimentos realizados na coluna. 


Até "pouco" tempo atrás, esses pacientes acabavam sendo obrigados a conviver com dores de moderada a altíssima intensidade, grave disfunção motora, além do desequilíbrio emocional e quadros depressivos. De forma mais recente, em especial nos últimos dez anos, e com geradores revolucionários nos últimos três anos, esses pacientes com quadros graves de dor vêm sendo submetido a instalação de um "chip" que, associado ao gerador de altíssima complexidade, permite uma reprogramação medular, aliviando de forma absurdamente importante e, em alguns casos, até de forma completa os sintomas apresentados pelo paciente, retirando a dor de maneira tão agressiva que causa uma revolução na vida  de portadores de uma patologia tão grave.



Indicação da neuromodulação

Em muitos casos conseguimos não só o alívio sintomático com a reprogramação medular, mas a melhora neurológica e funcional. Isto se deve ao fato de que, com os novos geradores e novas formas de programação, conseguimos simular o aumento de força muscular em pacientes que apresentavam fraqueza e diminuição da espasticidade ou o relaxamento muscular em pacientes previamente portadores de patologias espásticas.   


A técnica de neuromodulação pode ser implantada em coluna cervical, torácica, lombar e região sacral, podendo também ser implantada em nervos periféricos para casos específicos; sendo uma verdadeira revolução no tratamento de dores crônicas e complexas não só em coluna, mas em decorrência de inúmeras outras patologias, como: radiculopatia com quadro álgico intratável, neuralgia do trigêmeo, síndrome pós-laminectomia, dores crônicas complexas e intratáveis em geral, dor pélvica crônica após descartadas outras patologias, angina refratária a outros tratamentos, artrite reumatóide grave não responsiva a outras abordagens, síndrome pós-herpética, síndrome regional complexa e síndrome simpático reflexa, entre outras indicações para o tratamento da dor e da função neuronal. 


Tendo isso em vista, se você se enquadra nesta situação ou se conhece um paciente que realizou tratamento cirúrgico na coluna, mas mantém um quadro álgico de intensidade considerável, considere procurar nossa equipe para uma avaliação sobre a possibilidade de implante de neuromodulação.


Agradecimento final

Agradeço a Deus por ter participado da resolução deste caso extremamente complexo. Estou aqui para ajudá-lo a recuperar a sua saúde. Como você tem se sentido ultimamente? Vamos trabalhar juntos para sua recuperação.


Abraços, 




Comments


bottom of page