top of page

Artroplastia lombar

Compartilho hoje mais um caso extremamente complexo, apesar de ser muito comum na rotina de minha equipe. Te convido a me acompanhar neste caso de sucesso.


Um paciente jovem de 33 anos apresentava quadro de hérnia de disco extrusa nos segmentos de L4-L5 e L5-S1, onde a explosão do disco intervertebral e extravasamento do conteúdo interno intradiscal acarretava grave compressão de estruturas neurológicas que passavam por essa região.


Entenda o caso

Dentro desse contexto, o paciente apresentava quadro de dor lombar excruciante há mais de 3 anos, com severa irradiação para membro inferior esquerdo associado à alteração de sensibilidade e diminuição de força muscular em perna e pé esquerdo; configurando um quadro extremamente grave e delicado, trazendo enorme incapacidade funcional e laboral para o paciente.


Tendo em vista a idade do paciente e a necessidade de reconstrução anatômica do segmento operado para possibilitar retorno precoce à atividades habituais, optamos por abordagem em coluna lombar por via anterior com retirada total dos discos lesados de L4-L5 e L5-S1, além de substituição dos mesmos por artroplastia lombar de terceira geração.


A cirurgia de artroplastia lombar

O procedimento, como é especificado inúmeras vezes por aqui, consiste na substituição do disco normal por um artificial com as mesmas funções e a mesma anatomia do disco original, permitindo manutenção da mobilidade normal do segmento operado, bem como manutenção da altura discal, descompressão intraforaminal e reestruturação da lordose segmentar (reestruturação da curvatura normal da coluna lombar).


Considerações finais pós cirurgia

Paciente já com 30 dias de pós-operatório, já iniciando atividade física leve em piscina e apto para retorno total das atividades habituais com no máximo 60 dias de pós-operatório; reforçando a importância de uma medicina de ponta, de implantes de última geração e da individualização do tratamento para obtenção dos melhores resultados possíveis dentro de cada patologia.


Agradeço em primeiro lugar a Deus por ter me agraciado com o dom de poder ajudar àqueles que sentem dor. A minha equipe, a estrutura hospitalar de excelência da qual faço parte e a confiança do paciente em meu trabalho.


Se por acaso você precisar de ajuda para o alívio das suas dores, saiba que estou à disposição para avaliar seu caso se achar conveniente. Na verdade, será uma honra poder ajudar!


Abraços,

Comments


bottom of page