CASO CLÍNICO | Artroplastia Lombar

Entenda o que é uma cirurgia de artroplastia lombar (prótese de disco lombar) por meio de um caso real.

Hoje compartilho com vocês um caso relativamente simples e que faz parte de minha rotina de atendimento. Vamos lá?

Este paciente apresentava hérnia de disco extrusa no segmento L5-S1, com comprometimento radicular grave, tendo realizado microcirurgia para retirada do fragmento herniado e apresentando melhora do quadro de ciatalgia, ou seja, melhora do quadro de dor irradiada para membros inferiores; no entanto, o paciente manteve ao longo de dois anos quadro de lombalgia por desequilíbrio do balanço sagital e instabilidade, mesmo após todo trabalho de reabilitação física e fortalecimento muscular.


Processo cirúrgico: a troca do disco

Tais casos onde a microcirurgia descompressiva apresenta falha no controle da dor lombar, acontecem com relativa frequência e essa dor passa a ser chamada de dor discogênica. Foi então decidido por estabilização do segmento L5-S1 através de via de acesso anterior e artroplastia lombar, procedimento em que o disco intervertebral é trocado por uma prótese artificial que possui a mesma anatomia de um disco intervertebral normal, trazendo estabilidade para o seguimento e confeccionando novamente a anatomia normal daquele segmento, permitindo assim recuperação do quadro álgico e da biomecânica local.

A troca do disco apresenta melhor resultado no controle dessa patologia a curto e longo prazo, tendo ainda como principal vantagem a não sobrecarga dos segmentos adjacentes à cirurgia, diminuindo assim o risco de novas abordagens conforme o paciente venha a envelhecer e a doença do disco venha a se se propagar.

Conclusão do caso clínico

Ressalto a minha extrema satisfação por ser um dos grandes desenvolvedores e estimuladores deste tipo de cirurgia em nosso país, ressaltando resultados maravilhosos que apresentamos, tanto a curto quanto a longo prazo, em pacientes acompanhados há muitos anos por nossa equipe.

Estou feliz por trazer esse exemplo, porque, pra mim, ele mostra como funciona a individualização da medicina, amor pelo o que se faz e dedicação extrema, tendo como objetivo a recuperação da saúde física, mental e qualidade de vida dos pacientes que entregam suas vidas nas mãos de minha equipe.

Se você apresenta dores na coluna, não desista de procurar o tratamento adequado ao seu caso. Nunca é tarde para procurar a ajuda que precisa.


Abraços,


Dr. André Evaristo Marcondes

Atendimento presencial e à distância

São Paulo, 14 de dezembro de 2021