top of page

Artroplastia cervical 1° nível


Esse relato que apresento trata-se de um caso relativamente simples, mas com resultado extremamente satisfatório, já que atendia a todos os critérios para uma boa evolução no tratamento cirúrgico de patologia da coluna. Te convido a acompanhar este caso de sucesso.


Saiba mais sobre a patologia


O paciente apresentava um quadro de hérnia de disco extrusa no segmento de C5-C6, doença caracterizada pela explosão do disco intervertebral com o seu núcleo extravasando e causando compressão medular e da raiz nervosa de C6, desencadeando um quadro de cervicalgia crônica há mais de 10 anos e com piora progressiva da dor.


O paciente passou durante todo esse período por inúmeras tentativas de tratamento conservador, como uso de medicação, injeções de corticoide, fisioterapia, RPG, acupuntura, além de várias formas e tentativas de fortalecimento muscular, sem melhora efetiva do quadro. Há três meses, teve uma piora abrupta do quadro, passando a apresentar dor cervical contínua com irradiação importante para membro superior direito, associado à parestesia e perda de sensibilidade em membro superior direito, além da sensação de diminuição de força muscular em antebraço e mão direita. Deu entrada em nosso serviço já com esse quadro neurológico grave de perda de força e demonstrando a necessidade de abordagem cirúrgica de urgência para resolução do seu quadro.


A importância de manter a saúde em dia


O fato de durante todo este período de apresentação da doença o paciente ter se mantido ativo e praticante de atividade física, além de manter a ansiedade e as complicações posturais da vida diária controladas, tanto com acompanhamento psicológico quanto com orientações fisiátricas de ergonomia e de postura, além de controle do peso corporal (relatou perda de 15 Kg nos últimos três anos), fez com que o paciente tivesse um excelente estado de saúde. Mesmo que no momento do encontro com a nossa equipe a doença era de alta gravidade, todos os pontos citados acima facilitam, não só a realização do procedimento, como garante melhores resultados a curto e longo prazo.


Tal fato se trás porque o paciente apresentava excelente massa muscular, que é responsável pela sustentação da estrutura cervical, além de não apresentar qualquer comorbidade ou problemas clínicos que pudessem prejudicar a patologia em questão. Além disso, estar extremamente equilibrado do ponto de vista emocional, o que pode e é conhecido na literatura como um dos grandes causadores de falha do tratamento cirúrgico, estando totalmente preparado para a importante decisão de realização de procedimento cirúrgico em uma área tão delicada.


Realização da cirurgia


Neste caso foi decidido por abordagem cirúrgica por via anterior em coluna cervical, através de pequena incisão de mais ou menos 4 cm na prega da própria pele do pescoço, não deixando dessa forma cicatriz visível, com retirada de todo disco doente e do fragmento herniado, descomprimindo assim, a medula e a raiz acometida. E, finalmente, estabilizada a região com artroplastia cervical de terceira geração, reconstruindo o alinhamento lordótico normal da coluna cervical e mantendo a mobilidade do segmento operado, podendo-se dizer que foi reconstruída a "anatomia normal" da área previamente lesada por essa grave patologia.

Considerações finais


O paciente hoje está totalmente assintomático, praticando há 30 dias atividade física de alta demanda, já retornou às atividades profissionais e sem qualquer queixa álgica ou déficit neurológico residual, podendo ser considerado "curado" da patologia que apresentava antes.


Agradeço a Deus e toda minha equipe pela honra de poder ser um fator positivo na vida dos pacientes que me procuram, salientando que nós, médicos, não passamos de instrumentos de forças superiores que realmente iluminam e curam os pacientes que assim o fizeram por merecer.


Abraços,

Comments


bottom of page